facebook
instagram
© 2017. SPA TRAINING. Todos direitos reservados

Pilates e incontinência urinária

July 21, 2018

 


Incontinência urinária (IU) é toda e qualquer perda involuntária de urina. O aumento dos valores de prevalência e incidência da IU, o crescente impacto na qualidade de vida das mulheres afetadas, e dos seus familiares, o aumento do número de problemas de saúde associados a esta condição, bem como as crescentes implicações financeiras, constituem graves consequências da Incontinência Urinária.
O assoalho pélvico é um grupo de 13 músculos que agem como uma “cama elástica” para absorver e dissipar forças que chegam à região da pelve. Eles têm a função de sustentação dos órgãos pélvicos e do feto (durante a gestação). Ele é responsável por várias funções essenciais do organismo, e além da sustentação das vísceras ele é o responsável pela continência urinária e fecal e pelo desempenho sexual.
O treino dos músculos do Assoalho Pélvico é a técnica menos invasiva, com menor número de efeitos adversos e com efetividade demonstrada, devendo ser a primeira opção no tratamento de qualquer tipo de incontinência urinária.
Uma das técnicas que vem ganhando destaque no tratamento e prevenção da incontinência urinária é o Pilates, pois seus principais objetivos são ganhos de coordenação, força, flexibilidade, equilíbrio e resistência. Durante a realização dos exercícios devemos exigir que a ativação do “powerhouse” (que inclui as musculaturas mais profundas como os da coluna, da região abdominal, do diafragma e assoalho pélvico) seja constante, fazendo com que os efeitos acima mencionados, sejam potencializados.
Outro benefício que o Pilates oferece é o treino da respiração associada ao movimento, princípio que deve ser incansavelmente monitorado, evitando a Manobra de Valsalva (ato de “prender o ar” durante os exercícios), pois esta ação aumenta a pressão abdominal, provocando assim maior sobrecarga sobre a bexiga, resultando na perda de urina.
É importante ressaltar que todos os exercícios de Pilates devem ser orientados por um profissional capacitado, que realize uma avaliação prévia de seu paciente para que possa assim elaborar um plano de tratamento mais eficaz. 

Share on Facebook
Please reload

Posts Recentes

April 4, 2019

April 4, 2019

Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags